Na minha estante #6 - Morreste-me

00:18

Sinopse: Morreste-me, texto que deu a conhecer o jovem escritor José Luís Peixoto, é uma obra intensa, avassaladora e comovente: é o relato da morte do pai, o relato do luto, e ao mesmo tempo uma homenagem, uma memória redentora.




Tal como a sinopse, trata-se de um livro pequeno que me mostrou muito. Apresenta uma escrita simples, pausada, que torna a leitura de um conteúdo pesado muito fluída. Li de uma assentada e chorei, chorei muito.

O título chamou-me à atenção assim que o li. Não sei porquê, mas conseguiu cativar-me de imediato.

Não acredito que as palavras sejam suficientes para a expressão da dor avassaladora que nos atinge quando perdemos alguém tão querido. Ainda assim, cada letra, cada palavra, cada ponto levantaram memórias que jamais esquecerei.

Admiro a coragem do autor para mostrar publicamente algo tão íntimo, tão seu, tão dos seus. Creio que esta é a melhor homenagem que se pode prestar a alguém, mas também acredito que passou por uma necessidade do autor extravasar os seus sentimentos.

Gostei muito da forma como é apresentada a visita à casa vazia onde moravam e as recordações que descreve enquanto o pai era vivo. A descrição do sofrimento de ver morrer um pouco mais todos os dias  contrasta com  o relato da felicidade doutros tempos.

Foi o primeiro livro que li de José Luís Peixoto e fiquei, como já devem adivinhar, com vontade de conhecer mais obras suas. Por estas palavras percebem que recomendo a sua leitura.

Deixo-vos aqui as passagens que mais me marcaram:

"E,no entanto, tudo como se continuasse. O silêncio fluvial, a vida cruel por ser vida."

"E menti-te. Disse aquilo em que não acreditava. Ao olhar amarelo, ofegante, disse que tudo serias e seríamos de novo. E menti-te."

"Se pudesse tinha-te protegido."

"Deste-me o que tenho. Construíste-me e construíste esperança no que tocaste."

"Descansa, pai, dorme pequenino, que levo o teu nome e as tuas certezas e os teus sonhos no espaço dos meus."


Este foi o primeiro livro que li no âmbito do projeto Ler os Nossos do blogue a mulher  que ama livros. E durante esta semana pretendo trazer-vos mais opiniões sobre os livros que tenho lido.

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images